sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Resenha Bruxos e Bruxas

Olá Pessoal , atualizando o blog, ai está mais um SUPER LIVRO que vai ter seu terceiro volume lançado ainda esse ano.


No meio da noite, os irmãos Allgood, Whit e Wisty, foram arrancados de sua casa, acusados de bruxaria e jogados em uma prisão. Milhares de outros jovens como eles também foram sequestrados, acusados e presos. Outros tantos estão desaparecidos. O destino destes jovens é desconhecido, mas assim é o mundo sob o regime da Nova Ordem, um governo opressor que acredita que todos os menores de dezoito anos são naturalmente suspeitos de conspiração. E o pior ainda está por vir, porque O Único Que É O Único não poupará esforços para acabar com a vida e a liberdade, com os livros e a música, com a arte e a magia, nem para extirpar tudo que tenha a ver com a vida de um adolescente normal. Caberá aos irmãos, Whit e Wisty, lutar contra esta terrível realidade que não está nada longe de nós.SKOOB


Esse é o primeiro livro de uma série (eu pensava ser uma trilogia, mas foi divulgada a capa do quarto livro, então não sei mais quantos livros terão). 

Dizem que tudo começou com uma eleição comum, eles entraram no poder; aos poucos, uma cadeira, depois duas, depois três e então eles tomaram o poder totalmente e ninguém questionou. Na verdade, ninguém percebeu, ao menos, até que eles começarem a invadir casas e prender crianças, acusando-as de bruxaria e as executando.

Nessa aventura acompanhamos os irmãos Allgood: Wisty e Whit. Eles estão em sua casa, como todos os adolescente normais estão no meio da madrugada, quando vêem a aproximação dos “policiais” da Nova ordem. Eles foram condenados por bruxaria, mas antes de sair de casa poderiam levar um objeto, uma baqueta e um livrinho em branco. Eles foram encaminhados a uma prisão de segurança máxima, com cães famintos cuidando a comida; para que eles possam comer precisam disputá-la.

Porém, com isso, eles acabam se desenvolvendo, ficando mais fortes, mais espertos e mais criativos para fugir desse inferno, e encontrar os pais, para que eles lhes expliquem o que está acontecendo e porque eles possuem poderes tão surpreendentes. Nessa aventura, eles acabam tendo aliados, companheiros de viagem inesperados e ajuda de tudo quanto é lugar, já que todos querem apenas uma coisa: LIBERDADE

Adorei a forma de narração desse livro, onde se revesa o ponto de vista; a narração é em primeira pessoa, horas acompanhamos Whit, horas Wisty, e isso nos torna muito íntimos deles e de suas ações. Torcemos por eles, nos assustamos com eles e ficamos sem folego com eles em todos os momentos. A narrativa nos leva até a ação e cria uma distopia com conspiração politica tão incrível que penso se não existe uma espécie de Nova Ordem entrando no poder e que vai invadir casas e prender contrários.

Gabrielle Charbonnet dá um toque todo especial, em cada livro temos um co-autor diferente e, lendo o segundo, sito a diferença da sua narrativa empolgante. Recomendo a todos a leitura dessa saga muito boa sobre fraternidade, liberdade, cooperação mutua e sacrifício pela família.

Layout exclusivo do blog - Noites Malditas | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©