quarta-feira, 18 de julho de 2012

Resenha "A escolha" por Tamires


Travis Parker possui tudo o que um homem poderia ter: a profissão que desejava, amigos leais, e uma linda casa beira-mar na pequena cidade de Beaufort, Carolina do Norte. Com uma vida boa, seus relacionamentos amorosos são apenas passageiros e para ele, isso é o suficiente. Até o dia em que sua nova vizinha, Gabby, aparece na porta. Apesar de suas tentativas de ser gentil, a ruiva atraente parece ter raiva dele. Ainda sim, Travis não consegue evitar se engraçar com Gabby e seus esforços persistentes o levam a uma jornada que ninguém poderia prever. Abrangendo os anos agitados do primeiro amor, casamento e família, A Escolha nos faz confrontar a questão mais cruel de todas: Até onde você iria para manter o amor de sua vida? SKOOB

Nicholas Sparks é um mestre da literatura, seus livros sempre me emocionam e como sou manteiga derretida sempre choro!
A história se divide em 2 partes, a primeira conta como eles se conheceram  e a segunda depois de dez anos o que aconteceu com eles.
Travis Parker é o sonho de qualquer mulher, bonito, simpático, solteiro, gosta de praticar esportes, ama viajar, tem um ótimo emprego de veterinário e é apaixonado por cachorros.
Gabby Holland é assistente médica, a única coisa em comum que tem com Travis é o amor que tem por cachorros e quando sua cadela Molly aparece grávida, ela tem certeza que foi o cachorro de Travis, Moby, e dai vai lá para tirar satisfação com ele (parte muito engraçada, ri bastante) e assim iniciou uma amizade bem tumultuada.


"Se Travis não dissesse as palavras "caminhar",
 “bola", "dar um passeio" ou "venha pegar um osso”,
Moby não se interessava muito pelo que ele dizia.”
Pag. 24
Travis fica encantado por Gabby, mas ela já é comprometida com Kevin com quem tem um relacionamento bem “frio” e sem graça.
Para mim, uma das melhores personagens do livro é Stephanie, a irmã mais nova de Travis, uma menina super engraçada e que resolve bancar o “cupido” para seu irmão e sua nova amiga.
Travis é um amor:
"Ter o corpo dela ao seu lado lhe dava
uma sensação prazerosa, como se eles
tivessem sido feitos um para o outro, mais
do que qualquer coisa que eles já tivessem
sentido, como um quebra-cabeça no qual
as últimas peças finalmente se encaixam."
Pag. 206
Frases como essa me fizeram ama-lo ainda mais.
Como diz a minha amiga Susana (dona do blog) este livro é a minha cara, pois é bem meloso (risos), olhem só este paragrafo:
- “Eu sempre vou te amar - disse ele, buscando palavras adequadas para confortá-la, sem conseguir encontrá-las.
- Eu acredito em você - sussurrou ela. Ela passou o braço entre o de Travis e apoiou a cabeça no ombro dele. - É por isso que estou aqui.”
Pág. 221
Lindo!
O que mais me agrada nos livros do Nicholas Sparks é que ele sempre nos traz uma lição de vida, são situações que às vezes nos deparamos em nosso dia-dia e que não sabemos o que deve ser feito, este livro não foi exceção à regra, pois na segunda parte do livro descobrimos  os efeitos de uma escolha, onde Travis deve decidir até que ponto deve-se  cumprir a palavra dada. O que pode ser feito para salvar uma relação, até que ponto vale a pena sacrificar seu amor? 
De todos os livros do Nicholas Sparks que li até agora, este foi o mais “leve” e pelo que andei pesquisando ainda não virou filme, mas espero que vire logo, pois não é a toa que A Escolha - Até onde devemos ir em nome do amor? Vem se mantendo na lista dos mais vendidos e todo mundo sabe que quando um livro faz sucesso logo vira filme.
Enfim, recomendo a todos que leiam este livro .

Layout exclusivo do blog - Noites Malditas | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©