quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Resenha Charlotte Street por Tamires





Tudo começa com uma garota... (porque sim, sempre há uma garota...) Jason Priestley acabou de vê-la. Eles partilharam de um momento incrível e rápido de profunda possibilidade, em algum lugar da Charlotte Street. E então, em um piscar de olhos, ela partiu deixando-o, acidentalmente, segurando sua câmera descartável, com o filme de fotos completo... E agora Jason — ex-professor, ex-namorado, escritor e herói relutante — se depara com um dilema. Deveria tentar seguir A Garota? E se ela for A garota? Mas aquilo significaria utilizar suas únicas pistas, que estão ainda intocáveis em seu poder... É engraçado como algumas situações se desenrolam...


Jason Priestley é um Homem de 32 anos que esta passando por uma “grande” fase ruim. Depois do término de seu namoro com Sarah (na época seu grande amor), desiste de seu emprego como professor e passa a escrever colunas para o jornal gratuito chamado London Now, que ninguém lê. Atualmente seu melhor passa tempo é ficar fuçando no Facebook de Sarah, pois esta, além de já estar em um novo relacionamento, acabou de aceitar se casar com o outro cara (coitado, quando ele achou que as coisas já estavam ruins o bastante elas conseguiram ficar piores).

Como podemos perceber, sua vida estava um lixo, até que um dia, ele literalmente esbarra em uma garota e a ajuda a carregar suas compras para dentro de um táxi. Quando ela se vai, ele percebe que não só ficou com a câmera descartável de 35 mm dela, mas pode ter deixado a garota dos seus sonhos escapar...

"Eu estava parado na esquina da Charlotte Street quando tudo aconteceu. Acho que eram seis horas, e uma garota - sempre tem uma garota - estava brigando com a porta do táxi preto e segurando uns pacotes. (...) Eu estava prestes a passar reto por ela, porque é o que se faz em Londres, e, para ser sincero, quase passei... E ela sorriu para mim." (Jason Priestley, ex-professor e jornalista)

Motivado por seu melhor amigo, Dev, ele resolve revelar as fotos e assim inicia sua grande busca pela garota misteriosa. Nesta jornada, ele acaba reencontrando um ex-aluno (que se torna um grande amigo), Matt, e também acaba fazendo novas amizades como quando conhece Abbey, que é empresária de uma banda de música que promete ser um grande sucesso.

O livro é escrito como se fosse o diário de Jason, o que achei superinteressante, pois geralmente os livros são escritos sob o ponto de vista da mocinha e NUNCA conhecemos os reais pensamentos do mocinho. Nesse livro é o contrario, pois ele mesmo escreve no diário piadas sobre si mesmo, seus erros e defeitos e suas poucas vitórias...

Em uma determinada parte do livro, também ficamos sabendo um pouco sobre a garota misteriosa e sobre o blog que esta possui.

Como todo livro, a história possui seus altos e baixos, mas é a forma com que o autor descreve seu personagem que encanta aos leitores. Enfim, gostei bastante do livro justamente por ele ser diferente do que geralmente estamos acostumadas a ler.

A mensagem que podemos tirar do livro é a de que devemos sempre lutar por nossos sonhos, ter esperança e seguir nosso instinto, mesmo quando pareçe bobagem; e, principalmente, devemos acreditar que quando estamos numa pior (realmente por baixo, como era o caso de Jason) e acreditarmos e mantermos a esperança, a vida pode nos recompensar quando menos se espera.

Layout exclusivo do blog - Noites Malditas | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©