sexta-feira, 18 de abril de 2014

Resenha De Lilith Meu amor da escuridão Por Susana Weiss

Oi Pessoal

Tivemos um MEGA lançamento nessa Odisseia Fantástica. Lilith, Meu amor da Escuridão e o blog recebeu um exemplar para resenhar.
Quando chega a noite, meio à escuridão, ela surge linda, faminta de almas... Zephyr, gótico e devoto agente funerário no distrito de Piraputanga, passa seus dias, embalsamando cadáveres da pequena cidade em que vive, escondendo os segredos que permeiam sua vida, um deles, o corpo do pai, embalsamado, escondido no quarto - meio que encontrou para se livrar da solidão. Frequentador de cemitérios nos momentos de reflexão, ele passa a ser assombrado pela inesquecível presença de Lilith, um demônio que lutará até o fim para roubar, não somente seu coração, sobretudo, sua alma. SKOOB

O livro narra a história de Zephyr, um jovem que trabalha como papa defuntos da única funerária da cidade, que é inclusive dele. O garoto é gótico, tem 20 anos mais ou menos, usando visual vitoriano em uma cidade cheia de preconceituoso que o olham torto de tal forma que o garoto desistiu dos estudos para seguir seu trabalho isolado.
Ele tem um blog onde posta seus sentimentos e poesias sombrias, ele tem um romance virtual com uma jovem que se chama Y e conta os dias para o grande encontro que terá com a moça. No meio disso uma noite aparece ela, o grande amor da vida dele, aquele para quem ele dedica poemas, desenhos e um amor infinito, LILITH, a mulher infernal, deusa da escuridão. A deusa veio tomar seu amor e aparece no exato momento em que as coisas pareciam andar bem na vida de Zephyr. 
Tudo moda quando um vizinho muda-se para perto e contrata Zephyr para encomendar o defunto de sua sobrinha, Isa.

Recebi o livro para avaliação e para resenhar, esperava um livro de terror, pois falavam tanto sobre ter medo de lê-lo a noite e tudo mais, mas não encontrei nada disso.
O livro é um romance, de tema gótico, mas ainda um belo romance, sem terror, sem medos, sem sustos ou pesadelos. Lilith, que foi a mulher rejeitada da mitologia babilônica, é perfeitamente retratada em suas peculiares características. A narrativa é cativante e delicada e o amor de Zephyr é tão lindo que nos apaixonamos por ele. 
Recomendo Lilith, meu amor na escuridão a todos que gostam de literatura oculta com aquela pureza e romance, que alem de serem característica da autora ainda são pontos bem explorados da trama. Então moças góticas venham conhecer esse romance eu tenho certeza que não vão se arrepender, eu me senti como se lesse Augusto dos Anjos, na verdade achei Zephyr muito parecido com o poeta do aminoácido, lindo, sombrio e cheio de boas escritas.
Essa é a primeira obra da autora na editora Sollo e promete ser o primeiro voo de Adriana Vargas rumo ao Sucesso total.


Você pode adquirir a obra pelo Facebook e ainda ganha um MEGA kit.
https://apps.facebook.com/facileme/fapage/detalhes/349536
Beijos
Susana

Layout exclusivo do blog - Noites Malditas | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©