sexta-feira, 4 de julho de 2014

A Descoberta das Bruxas, Trilogia das Almas, Vol 1 - Deborah Harkness


Original: A Descovery of Witches
Autor (a): Deborah Harkness
Tradutor (a): Márcia Frazão
Páginas: 640
Editora: Rocco

Sinopse
A respeitada pesquisadora Diana Bishop passou a vida tentando negar a sua verdadeira identidade. Filha única de pais bruxos, ela se torna órfã aos sete anos e passa a rejeitar as suas habilidades mágicas, determinada a se parecer o máximo possível com os humanos. Quando descobre acidentalmente um misterioso manuscrito escondido há séculos, Diana traz à tona um mundo sobrenatural aterrador, com uma horda de demônios, vampiros e bruxas. O manuscrito, redigido pelo alquimista Elias Ashmole, é encontrado por Diana na biblioteca em que pesquisa. Ao tocar o livro, ela sente uma atração irresistível por ele, algo poderosamente mágico, que a faz levá-lo para casa. O que ela não imagina é que o manuscrito é procurado há anos, e cobiçado por seres que ultrapassam a esfera humana, como demônios e vampiros. Um dos interessados na obra do alquimista é Matthew Clairmont, um geneticista com paixão por Darwin. Charmoso e misterioso, apesar da aparência jovem, Matthew vaga pela Terra há mais de 1.500 anos. O vampiro se aproxima de Diana, despertando nela uma forte desconfiança de que, por trás de todo o seu galanteio, se esconda apenas o interesse em obter o livro. Os motivos de sua busca pelo exemplar não são revelados, mas o afeto dele pela poderosa bruxa não demora muito a ficar claro. Diana, relutante em assumir sua natureza de bruxa, também resiste a admitir seus sentimentos pelo vampiro. O casal, no entanto, não demora a se formar.  A partir daí, a aventura de Diana por 1.500 anos de histórias está apenas começando. SKOOB



Um livro com um contexto histórico sobre bruxas, numa edição linda, a capa em azul e prata, me conquistou logo de cara, apesar das 644 páginas em nenhum momento me desanimou de ler.

Nesta história, somos apresentadas a Diana Bichop, uma respeitada historiadora, que também é uma bruxa, mas que não pratica a arte e é filha de bruxos poderosos, e que estava em Oxford para terminar uma pesquisa sobre Alquimia, porém se depara com manuscritos muito interessantes e encontra muita coisa por trás de suas letras, ele esconde um feitiço antiquíssimo. A partir de seu primeiro contato com esse manuscrito, ela se vê em contato constante com vampiros, bruxas e demônios em toda vez que vai até a biblioteca, e o vampiro acaba encontrando até fora dela, sendo convidada para jantar e outros encontros.

Sendo pressionada por essas entidades, Diana fica cada vez mais envolvida com o vampiro, mesmo porque ele é lindo, e a deixa aos poucos encantada apesar de suas diferenças.

“Matthew nunca tinha vivenciado o Halloween americano e saiu correndo para receber os nossos visitantes. Antes que eu pudesse dar um passo à frente, ele abriu um sorriso de tirar o fôlego para os recém-chegados. Uma bruxinha e um vampirinho um pouco maior estavam de mãos dadas na varanda.- Gostosuras ou travessuras - disseram ao mesmo tempo em que estendiam as fronhas que serviam de sacolas.- Eu sou um vampiro - disse o menino, mostrando presas para Matthew.Em seguida ele apontou para a irmã. - Ela é uma bruxa.- Estou vendo - disse Matthew com ar sério, prestando atenção na capa e na maquiagem pálida do menino. - Eu também sou um vampiro.O menino examinou Matthew da cabeça aos pés.- Sua mãe devia ter caprichado mais na fantasia. Você não está parecendo um vampiro. Cadê sua capa?”

A autora usou bases históricas em sua trama o que deixa mais envolvidos e interessados na obra, então tem nuances de realidade, ficção, romance e fantasia numa mesma trama.O livro faz parte de uma trilogia, Trilogia das Almas, sendo o segundo Sombra da Noite e também foi lançado pela editora Rocco no Brasil e O Livro da Vida, ainda não lançado.




Até a próxima,


Fernanda


Layout exclusivo do blog - Noites Malditas | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©