segunda-feira, 28 de julho de 2014

João Ubaldo Ribeiro - 1941 - 2014


“Já estou chegando, ou já cheguei, à altura da vida 
em que tudo de bom era no meu tempo.” - João Ubaldo Ribeiro

Este ano de 2014 está sendo difícil para a cultura brasileira, perdemos grandes personalidades e hoje falarei um pouco de um deles: João Ubaldo Ribeiro.
João Ubaldo Osório Pimentel Ribeiro, nascido em Itaparica – BA , em 23 de janeiro de 1941 foi um escritor, jornalista, roteirista e professor brasileiro, formado em direito e membro da Academia Brasileira de Letras. Foi ganhador do Prêmio Camões de 2008, maior premiação para autores de língua portuguesa. João Ubaldo Ribeiro teve algumas obras adaptadas para a televisão e para o cinema, além de ter sido distinguido em outros países, como a Alemanha.
É autor de romances como Sargento Getúlio, O Sorriso do Lagarto, A Casa dos Budas Ditosos, que causou polêmica e ficou proibido em alguns estabelecimentos, e Viva o Povo Brasileiro, tendo sido, esse último, destacado como samba-enredo pela escola de samba Império da Tijuca, no Carnaval de 1987.5 Era pai do ator e apresentador Bento Ribeiro.
O Sorriso do Lagarto foi adaptado para a TV pela Globo, minissérie escrita por Walter Negrão em 1991 com 52 capítulos.

“- Isso é inevitável. Quem chegou, chegou, quem não chegou, não chega mais. O poder hoje dispõe de tais instrumentos que se sedimentou definitivamente, jamais vai mudar realmente de mãos e a tendência é isso se acentuar. Isso é bom. Isso significa maiores possibilidades de controle racional. Não haverá revolução, nem alteração radical na estrutura do poder, nem entre nações, nem entre classes sociais, nesse sentido a História acabou. Sempre digo que democracia é um mito supersticioso, assim como a igualdade e outros chavões. Há muito tempo que a democracia não é mais praticada em lugar nenhum, a não ser microscopicamente, e temos que colocar essa situação a nosso favor, ou seja, aperfeiçoar o homem de todas as formas possíveis.” – O Sorriso do Lagarto

O escritor João Ubaldo Ribeiro, que morreu na madrugada de sexta-feira dia 18 de julho, foi enterrado às 10h de sábado (19), no Mausoléu dos Imortais da Academia Brasileira de Letras (ABL), no Cemitério São João Batista, em Botafogo, Zona Sul do Rio.


Fontes: Wikipédia e GloboNews


Até a próxima,

Fernanda 



Layout exclusivo do blog - Noites Malditas | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©