quarta-feira, 9 de julho de 2014

As Irmãs e o Mar - Lucy Clarke por Fernanda


Título: AS IRMÃS E O MAR
Autor: Lucy Clarke
Tradução: Marcia Frazão
Editora: Rocco
ISBN:978-85-325-2882-7
Páginas:352

Sinopse
A rotina de Katie é abalada com a trágica notícia de que sua irmã mais nova foi encontrada morta em Bali. Os policiais afirmam se tratar de suicídio, mas Katie não aceita que a aventureira Mia seja capaz de tirar a própria vida.Na tentativa de entender o que aconteceu, Katie refaz a trajetória de Mia, da costa oeste dos Estados Unidos, passando por Austrália e Nova Zelândia, usando o diário da irmã como guia.Nesta viagem de autoconhecimento empreendida por Katie, a perda, o luto e a culpa são entremeados por recordações de infância, histórias de amor, praias paradisíacas e descobertas à beira-mar.


Ganhei este livro lindo, de aniversário, e já de cara comecei a leitura, já que adorei a sinopse e achei a capa linda!

O livro conta a história de duas irmãs, com personalidades bem distintas, Mia é ousada, aventureira e não gosta de viver em grandes centros urbanos, adora viajar. Katie, é segura de si, tem uma vida toda certinha e casamento planejado com seu noivo, Ed. Após a morte de sua mãe, compram um apartamento mas como Mia não se acostuma a vida na cidade, sai em uma viagem de aventura com seu amigo Finn.

“As viagens são feitas por duas razões: ou porque se está procurando algo ou porque se está fugindo de algo. Ambas se encaixam em mim.”

Apesar dos desentendimentos, Katie recorda-se com frequência da sua infância passada no litoral, por isso o título do livro, elas são ligadas pelo mar. No decorrer da leitura somos surpreendidas com a notícia do suicídio de Mia, e aí Katia, sai em busca de respostas, encontra em meio a seus pertences um diário, e percorre todo o caminho feito pela Irma antes do suposto suicídio. Daí em diante, durante a leitura do diário, muitas surpresas são descritas, reviravoltas e segredos familiares vêm à tona.

“- Você tem uma irmã? - Tenho.– Então você deve conhecer um pouco sobre o amor e um pouco sobre o ódio. Mia abriu a boca pra falar, mas voltou a fechá-la. Jez estava certo: às vezes a linha entre os dois sentimentos é tão tênue que é difícil distinguir de que lado se está.”

É uma trama tocante, sensível, que nos ensina a dar valor a quem está perto enquanto os temos bem e vivos, pois a vida passa muito rápido, e às vezes perdemos chances ótimas pelo simples fato de termos muito orgulho, algo que só nos afasta de quem amamos.
Indico a todos que tem irmãos, acredito que nós vamos nos sensibilizar mais com esse drama familiar e os que não possuem irmãos, sentirão esse laço invisível que tanto nos une, e é muito forte. Família é mesmo tudo em nossas vidas, com toda certeza, por mais problemas que todos tenham!

“Os fios separados que teciam as duas vidas estariam para sempre entrelaçados, ainda que desgastados ou desbotados. Isso acontece com as irmãs.”

Até a próxima,


Fernanda

Layout exclusivo do blog - Noites Malditas | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©