quarta-feira, 23 de maio de 2012

Resenha de Agridoce por Susana Weiss

Oi pessoal
Hoje quero falar de um livro que eu ADOREI e comunicar que amanhã estreia um quadro do blog, é o Noites Malditas pergunta, onde vou perguntar algumas coisinhas aos escritores, com uma entrevista só que curtinha.

Agridoce não é apenas mais um livro de vampiros, é uma obra repleta de aromas, sabores e sensualidade, que transcorre em ritmo viciante e irresistível,mantendo os leitores presos até a última página. Os personagens fazem parte de uma trama que envolve: Portadores de uma necessidade especial (Vampiros) que despertam para a condição determinada por uma predisposição genética (a necessidade de sangue), Escravos (doadores), pessoas que despertam fisicamente dependentes dos Portadores, doar o sangue é uma condição vital para eles, e Antagonistas (caçadores) que, assim como os outros dois elementos da trama, despertam, mas para a necessidade de eliminar o Portador, mesmo que não tenham consciência disso. São elementos de um triângulo dependente de sangue e a história do que são capazes de fazer por ele. É uma incursão pelo mundo dos vampiros que respeita o mito, mas que foge de clichês. Tudo isso temperado com muito suspense, ação e terror. SKOOB
 
Ao terminar a leitura de Agridoce, da Simone Marques, a vontade de ler mais de saber e tudo mais, me deixou absurdamente ansiosa. Ai comi um chocolate e passou um pouco (rs).
Primeiramente, o livro conta a história de Anya, uma moça com alergia ao sol, CDF, meiga, doce, ingênua, pacata,..., em suma, o exemplo de boa moça. Essa garota, em uma noite de contemplação ao mar, descobre um aroma Agridoce irresistível e, então, sua vida dá uma virada de 180 graus e ela descobre não apenas que existem vampiros como que ela é uma e sua mãe também era. Tudo isso por ter cruzado o caminho do jovem rebelde Alex, um vampiro mensageiro que tem como missão despertar outros vampiros. A realidade cai no colo da moça, superprotegida pelo pai, como uma bomba atômica. Nossa moça ingênua que, apesar de ter um admirador, nunca teve nenhum envolvimento amoroso, agora tem que se acostumar a um “escravo” de sangue lindo e sedutor, o tipo de homem inatingível para uma moça CDF e ingênua.
Todo esse enredo já é interessante e dá vontade de ler, mas ainda temos o caçador de vampiros, que desperta em sua fome assassina ao mesmo tempo em que a vampira é despertada, tornando mais interessante acompanhar todos esses jovens (a vampira Certinha, o escravo ousado e o caçador dedicado) em suas descobertas e na aceitação de suas condições.
A trama é muito bem elaborada e envolvente; a gente acaba se sentindo inserido e duvidando se realmente não é possível algo assim existir. Simone foi muito inteligente ao elaborar a obra e também em nos manter sempre no “pique” da leitura, pois quando ela começa a dar uma diminuída de ritmo, algo bombástico acontece e o leitor precisa ler “só mais um capítulo” para conseguir se sentir satisfeito.
 A narrativa é em terceira pessoa e nos faz realmente ver a cena descrita, imaginado como seria a relação pseudo-afetivo-sexual entre Anya e Daniel (seu doador de sangue, ou escravo); imaginando se aquela relação vai dar em alguma coisa mais séria ou se ela vai acabar de alguma forma envolvida com Dante (o médico), ou ainda com Rafael (um vampiro sedutor que se torna tutor de Anya).
 Toda a história é voltada a uma relação de ingenuidade e descobertas da personagem principal, de arrependimento e de remediação de erros das personagens secundárias, por terem sido incapazes de proteger Bete (a mãe de Anya) de seu Antagonista (o caçador) e de si mesma.
Cada leitor acaba adquirindo carinho por um personagem diferente e a história é tão bem construída que futuramente, numa continuação, a autora pode dar a Anya o destino que quiser: fazê-la amar Rafael, Daniel, Dante, Léo (irmão de Dante) ou Alex. Acompanhar a “estranha” organização de caçadores de vampiros que, ao terem matado os vampiros que os fizeram despertar como caçadores, ainda querem matar TODOS os vampiros é a parte mais thriller do livro.
Portanto, convido a todos para comprarem sua boa barra de chocolate e curtir Agridoce, pois essa incrível experiência olfativa e gustativa vai conquistá-los do inicio ao fim e ainda vai deixar o sabor de quero mais, tão normal no chocolate.


 Você pode adquirir a obra AQUI.

Então é isso, Susana Indica MUITO essa obra, chocolate eu tb indico, mas em doses homeopáticas para não engordar muito hehehehehe!!!

Beijos
Susana Weiss


Layout exclusivo do blog - Noites Malditas | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©