quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Resenha Antes Tarde que mais tarde ainda por Susana

Tive a oportunidade e ler esse lançamento da Liana Cupini, "Antes Tarde que mais Tarde Ainda", continuação de "Antes Tarde que mais Tarde".

"Foi o minuto mais longo da minha vida. Ou melhor, o terceiro minuto mais longo da minha vida.  Eu fiz o primeiro teste, mas não gostei do resultado. Parti para o segundo que, teimoso, resolveu concordar com o primeiro. Então me restou apenas a esperança que o terceiro desse um outro resultado, e assim eu poderia dizer que os outros dois estavam errados. Não deu." ​​ O livro Antes Tarde Que mais Tarde Ainda, de Liana Cupini, é a continuação das confusões de Karla Kristina, que os leitores tanto aguardavam. A protagonista continua com a mesma familiaridade que da o tom durante o primeiro livro, com novos problemas e os mesmos amigos que conquistaram o público.  (Cinco anos depois do Antes Tarde que Mais Tarde) Aos 34 anos e 13 meses a vida de Karla Kristina terá um novo turbilhão de emoções: grávida, ela enfim conhecerá a sogra, uma socialite paulista que promete transformar sua vida radicalmente, incluindo um maravilhoso casamento na Europa e um novo apartamento. Será que Karla esta preparada para ser mãe, esposa e largar seu emprego? Um livro leve e divertido, que retrata a gravidez por um ângulo pouco visto: o das mulheres inseguras e despreparadas. Sem ser meloso, esse livro continua repleto de sentimentalismo, amor, lição de vida e temperado com uma boa dose de comédia. Um chick-lit sensacional que não deixa a desejar em nada aos romances de Meg Cabot e outros autores do gênero. Vale a pena conferir!SKOOB

No primeiro, conhecemos karla Kristina (com dois K's), que curte uma fossa, é pega pelo programa repaginando e sofre uma transformação, consegue melhorar na sua profissão e, de quebra, arruma um namorado lindo e mais novo. Já nessa segunda aventura, passaram-se cinco anos e reencontramos Karla em um momento crucial de sua vida: ela está grávida e vai casar, ou ao menos é. que se espera dela.

Como quem já leu o primeiro sabe, Karla é instável, vitimista, desligada, atrapalhada com algumas coisas pessoais e é por isso que, apesar de seus 35 anos, ela tem uma gravidez acidental de risco, pela idade (e do mais alto risco, pela personalidade aloprada dela). Max, agora, é juiz no interior e vive na estrada. Tudo ia bem até aparecer Bianca, uma ex-colega de faculdade de Max. Ela virou juíza também e quer dicas dele, ou ao menos é o motivo que ela vê para se aproximar dele. Ela é amiga da família e essa blogeira aqui odeia ela. Se eu tivesse alguém assim na minha vida, ia arrancar os olhos e pisar em cima à lá "Kill Bill", mas, passado o momento "te odeio" dessa blogeira, volto dizendo que a gravidez, Bianca, a sogra mega-impositiva e a já normal personalidade de Karla criam um enredo divertido, aconchegante e um "pouco" louco. Max está tão estupidamente idiota com a ideia de ser pai e o stress do trabalho que eu perdi a paciência com ele.


Liana consegue nos dar uma visão lúdica, divertida e leve de um grave problema que afligi muitas mulheres (não conto qual porque esse é o clímax do livro). Gosto tanto das narrativas dela que me envolvo pessoalmente com o livro, encontrando a minha Karla Kristina interior. A narrativa é envolvente, inspiradora, cheia de aventura, sentimentos loucos e por isso recomendo. Se você conhece as aventuras de Karla Kristina, acompanhe essa sua etapa de vida, mas se você não conhece, não tem problema: a modo está lançando o segundo e o primeiro livro também e dá para adquirir ambos com um preço especial.

Layout exclusivo do blog - Noites Malditas | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©