sexta-feira, 13 de abril de 2012

Resenha de AMANTE ETERNO

Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra entre os vampiros e seus carrascos os redutores. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça. Possuído por uma besta letal, Rhage é o membro mais perigoso da Irmandade da Adaga Negra. Dentro da Irmandade, Rhage é o vampiro de apetites mais vorazes. É o melhor lutador, o mais rápido a reagir, baseado em seus instintos, e o amante mais voraz, porque em seu interior arde uma feroz maldição lançada pela Virgem Escriba. Possuído por esse lado sombrio, Rhage teme constantemente que o dragão dentro de si seja liberado, convertendo-o num perigo letal para todos à sua volta. SKOOB

No segundo volume da “Irmandade da Adaga Negra”, nós acompanhamos a história de Rhage, ou Hollywood, um vampiro da irmandade lindo, forte e másculo, mas, como nada é perfeito Symphato, essa fera que vive dentro dele só se acalma com duas coisas: lutas e sexo. Ao receber uma vampira, Bella, trazendo um menino mudo em pré-transformação e com grandes chances de ser um guerreiro e um interprete de língua de sinais, nosso vampiro conhece Mary e tudo muda.

A bibliotecária humana sem sal trabalha como voluntária em um disk suicídio para utilizar o restante de vida que ainda lhe resta para fazer o bem. Ao receber várias estranhas chamadas mudas, acaba conhecendo John, um garoto mudo que descobre que vampiros existem e que ele é um em pré-transição. Nossa mocinha, ao ajudá-lo, acaba conhecendo Rhage.

Bem, o livro é hormonal e divertido. O fato de Mary ter certas noções sobre si mesmas e sobre o supra-sumo que Rhage é, tornando os diálogos iniciais muito divertidos nesse ponto, Rhage acaba mostrando toda a sua inexperiência com relacionamentos sérios ao simplesmente não compreender o que Mary quer lhe dizer.

As batalhas “Irmandade Vs Redutores” começam a esquentar e quem vai acabar sentindo isso na pele é Bella, grande amiga de Mary e vampira. Nesse livro, ele inicia seu mergulho na perturbada mente e no coração de Zsadist e, com isso, a escritora deixa o gancho pronto para o terceiro volume. Por isso, recomendo a leitura desse livro romântico, descontraído e ao mesmo tempo sensual.


beijos
Susana

Layout exclusivo do blog - Noites Malditas | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©