terça-feira, 17 de abril de 2012

Resenha de AMANTE REVELADO

Butch O'Neal é um lutador por natureza. Ex-policial da divisão de homicídios, durão, ele é o único humano que já foi admitido no círculo da Irmandade da Adaga Negra. E deseja mergulhar ainda mais fundo no mundo dos vampiros, na guerra contra os redutores. Não tem nada a perder. Seu coração pertence a uma vampira, uma beldade aristocrática inatingível para ele. Se não pode ter Marissa, então, pelo menos, quer lutar lado a lado com os Irmãos. O destino o amaldiçoa realizando precisamente o seu desejo. Quando Butch se sacrifica para salvar um vampiro dos assassinos, cai vítima da força mais sinistra dessa guerra. Deixado para morrer, é encontrado por um milagre, e a Irmandade recorre a Marissa para trazê-lo de volta. Mas, mesmo o seu amor pode não ser suficiente para salvá-lo... SKOOB

Esse livro é um pouco diferente: não trata de um dos vampiros, e sim de Bucht, o ex-policial, ex-problemático e ex-pretendente a amante de Beth (a rainha, shellan de Wrath já introduzida em Amante Sombrio). Nosso mocinho vive um romance de vai e volta com Marisa, ex-Shellan de Wrath.

Ao ser “atacado” por redutores e torturado, algo sinistro acontece com ele e ninguém sabe ao certo o que é, mas deu a Bucht o poder de sentir a localização e poder sugar a centelha de Omega de dentro dos redutores, os reduzindo a cinzas.

Marisa, após ser pega “cuidado” de Bucht no hospital do irmão dela (Havens), é abandonada pela família a própria sorte a minutos do amanhecer. Assim, sem rumo, ela acaba indo parar na sede da Irmandade da Adaga Negra e mais próxima de Bucht.

Nesse livro notamos o inicio de um amadurecimento claro da autora: ela mescla o casal com a sociedade redutora e a academia da irmandade de forma a nos deixar sempre querendo saber o que virá a seguir. Ward deixou sua narrativa mais empolgante, mais envolvente e mais interessante. Então eu recomendo esse livro, pois a autora consegue descrever esse machão apaixonado de forma brilhante e cativante. E, mais do que isso, ela nos conta que vale a pena fazer sacrifícios para tomar o lugar ao qual se pertence.


Beijos,
Susana

Layout exclusivo do blog - Noites Malditas | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©