sábado, 15 de outubro de 2011

Resenha Quando a Lua Surgir

Olá Pessoal,



Esse post vale apara a promo do Halloween, comentários dão direito a mais um número lá no formulário!
Bem, vou falar de um livro de bruxa que eu li a um tempinho atrás e que vocês encontram nos sebos, da editora Nova Cultural série Bianca Romances Místicos.
 Trata-se de Quando a Lua surgir da Lori Handeland.



Sinopse: Depois de passar pela pior dor que um ser humano pode passar, Cassandra decide viajar para o Haiti, onde, segundo rumores, vive um sinistro mestre do vodu que pode ressuscitar os mortos. O ambicioso Devon Murphy aceita guiar Cassandra até lá em segurança, porém o apelo sensual de Devon promete outro tipo de perigo...

Enquanto Cassandra e Devon seguem para o misterioso vilarejo no coração da selva, a atração entre eles explode num desejo inebriante, e Cassandra começa a questionar sua resolução de nunca mais se apaixonar. É impossível resistir ao charme de Devon, mas a descoberta do segredo do macabro ritual pode implicar num alto preço a pagar... Atormentada por sonhos assombrosos que se tornam mais vívidos à medida que a lua cheia se aproxima, Cassandra terá de descobrir a chocante verdade sobre uma antiga maldição antes que esta a leve a destruir a si mesma e a todos que ela ama...
(Skoob

Minhas impressões: Bem, a Lori realmente não se esforçou muito para escrever esse livro, ou a Editora cortou algum trecho importante a Nova Cultural tinha essa mania com livro de banca, eles cortavam partes para caber no formato deles de primeiro 130 páginas que virou 250 páginas antes de terminar.
O livro trata da história da Sacerdotisa Vodu Cassandra, ela está fazendo parte do serviço de proteção a testemunha, pois seu ex marido era traficante e adota esse nome, ao entrar para a religião Vodu ela acaba dentro de uma organização que estuda e combate fenômenos sobrenaturais e ela tem um único desejo, aprender como poderia trazer sua filha de volta ao mundo dos vivos, a pequena Sarah foi seqüestrada e morta ao 5 anos e a mãe quer a todo o custo dar-lhe uma segunda chance. Bem, até ai tudo bem, qual é a mãe que não quer ressuscitar um filho após perdê-lo? O que muitos questionam é que ela sabe que a menina voltaria como um Zumbi e mesmo assim ela quer aprender a fazer isso e trazê-la de volta,
Tudo ia normalmente quando ela é mandada ao Haiti, um dos berços do Vodu para encontrar um homem que vai ensiná-la a despertar mortos para cumprir uma missão oficial, isso a faria unir o útil ao agradável e ela aceita imediatamente.  Assim entra na vida dela Devon, um norte americano cheio de charme e penas no cabelo que é considerado por todos os maiores fãs de dinheiro do mundo, se você pagar bem ele te guia até o inferno e ainda diz “E AI?” para o capeta! Ele meche com a Nossa mocinha, claro, e ela o contrata para ele levá-la ao tal sacerdote do mal, lá ela descobre que Devon é um ladrão indigno e tudo mais que vocês devem imaginar por ser um romance de banca!
Achei que a Lori não soube embasar muito bem os motivos da nossa mocinha porque ninguém em sã consciência acharia justo transformar uma criança em um zumbi (lembrando que Zumbis são escravos de seus despertadores), acredito que sem esse detalhe a história pdoeria acontecer da mesma forma, o Devon é um amor de pessoa, apesar dos pesares, e a história é curta, bem escrita e envolvente.
Um livrinho recomendado par ao fim de tarde quando a gente está sem nada para fazer e quer ocupar a mente.
Beijos Malditos
Susana Weiss

Layout exclusivo do blog - Noites Malditas | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©