terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Press Release de Solidão além do que vejo

Vou mostrar um livro de poesia que deve ser bem legal, eu ainda não li, e que para quem gosta de poesia é uma ótima pedida.



Solidão além do que vejo


E se a solidão não fosse um sentimento negativo? E se ao invés dela ser apenas solidão, se transformasse em poesia? A solidão é uma chama adormecida, que pode ser apenas "solidão" ou pode ser “amor”, pode significar recolhimento ou exposição.

O ato de fechar os olhos e sentir a brisa do mar, um amor não correspondido ou um amor distante, pode representar a solidão chegando silenciosamente, sem que percebamos somos arrebatados por ela, essa solidão que pode ser amor ou esse amor que pode ser solidão. É assim o amor puramente solidão ou é a solidão amor?

"Queria falar bonito
tocar-te a alma e te levar a sonhar
fazer-te bailar em meus versos singelos
transportar-te ao meu universo de paixões"

Descubra nesses versos as infinitas possibilidades que o sentimento, estado de espírito, pode nos levar a mergulhar e mergulhando descubra seus próprios sentimentos,cative, sinta, viva esse momento.


Sobre o Autor Jandeilson Bezerra
 
Nasceu em 1984 na Paraíba, mora no Rio de Janeiro com sua família, dividindo seu tempo entre o trabalho, seu blog e os amigos. Participante das mais diversas antologias entre elas Uma viagem pra Pasárgada (2010), Os mais belos Poemas de Amor (2010). É membro da Sociedade Poetas del Mundo, Academia de Letras do Brasil, da APPERJ e do Circulo Monárquico do Rio de Janeiro unido-se àqueles que acreditam que o Brasil pode ser um país melhor. Editor do blog Elo das Letras (http://eloletras.blogspot.com) onde escreve semanalmente, dedica-se com especial afinco à sua coluna no site Rio&Cultura (www.rioecultura.com.br).



Maiores informações sobre o livro em: http://solidaoalem.wordpress.com

É isso.
Beijos

Susana Weiss



Layout exclusivo do blog - Noites Malditas | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©