domingo, 5 de agosto de 2012

Resenha de “Dizem por ai...” - por Tamires



Sinopse:
O namorado de Tilly Cole acaba de se mudar do flat deles com metade de suas coisas. Sem nada para prendê-la, Tilly decide rapidamente morar mais perto de sua melhor amiga, Erin, em um vilarejo minúsculo em Cotswolds. Lá, Tilly é contratada no mesmo momento como faz-tudo em uma empresa de design de interiores. Para sua surpresa, a cidade pequena transborda escândalo, sexo, fofoqueiros e boatos, focados basicamente em Jack Lucas, o homem lindo de muita classe e melhor amigo de seu chefe. Todos falam para Tilly ignorar o encanto por Jack, que ela será apenas outra em sua cama se ela se deixar levar; mas Tilly, que trabalha ao lado de Jack, enxerga uma parte carinhosa e cuidadosa dele que não é revelada à cidade. É impossível que ele seja a mesma pessoa de quem todos falam. Ou é possível? Tilly deve separar os fatos da ficção e seguir seu instinto neste divertido romance moderno. [SKOOB]


Quando entrava de férias da faculdade e estava precisando de algum livro “leve” para poder relaxar, “Dizem por ai...” foi a escolha certa.

Quando Tilly chega em casa, depois de um longo dia no trabalho, percebe que a metade de seus moveis sumiu, o que quer dizer que seu namorado foi embora, deixando-a desamparada (pois não tem condições financeiras de pagar sozinha seu aluguel) e sem nenhuma explicação. Sendo assim, Tilly resolve visitar a sua melhor amiga, Erin, que mora em Roxborough. Conversa vai, conversa vem, e Erin convida Tilly para morar com ela, coisa que Tilly não aceita, até que, quando ela está na estação esperando seu trem (que está muito atrasado), resolve ligar para um anuncio de emprego que viu na outra noite: “Garota faz-tudo, emprego divertido em casa de campo, 200$/semana.”

A sorte estava do seu lado, pois ela conseguiu falar com Max (pessoa que colocou o anuncio), marcou uma entrevista para aquela mesma hora (afinal o trem iria atrasar quase duas) e de cara conseguiu o emprego de “faz tudo”. É aí que começa a diversão.

Os principais personagens do livro são :

Max (o novo chefe de Tilly), que possui uma empresa de decoração, é um homem divorciado, pai de uma pré-adolescente que se chamada Lou, e que descobriu, depois de muitos anos de casado, que preferia homens a mulheres, decidindo-se divorciar e assumindo sua condição de gay.

Lou, (a filha de Max) é uma pré-adolescente que esta passando por um período conturbado na escola, com todo aquele conflito do primeiro amor, e que sofre Bullying de seus colegas, que constantemente a provocam por causa de seu pai GAY.

E, para completar a situação, temos Erin (a melhor amiga de Tilly) que se envolve com Fergus, um homem super fofo que tem uma megera (Stela) como ex-mulher e que não aceita o divorcio, estando decidida a ter seu marido de volta. Stela anda desesperada pela cidade tentando descobrir quem é a namorada de seu Fergus, pois esta decidida a transformar a vida dessa mulher em um inferno, até que esta decida devolver seu marido.

Imaginem estas situações em uma pequena cidade onde o passatempo das pessoas é a fofoca?!

Nos primeiros dias de seu trabalho, Tilly, conhece o melhor amigo de Max, Jack Lucas, que é conhecido por ser o mulherengo da cidade. Ele é bonito, elegante e simpático. É obvio que Tilly se apaixona por Jack, e ele por ela, mas devido a toda fofoca da cidade (aparentemente todas as mulheres da cidade já dormiram com Jack) e ele possuir um passado trágico (decidiu não se prender a mulher alguma depois que sua amada noiva morreu num trágico acidente), Tilly decide se manter o mais longe possível dele. Entretanto, Jack decidiu que quer passar mais tempo com ela (e ai inicia as confusões que são as melhores partes do livro).

O foco do livro não é o romance de Tilly e Jack (pois a autora conseguiu terminar o livro sem que nossa mocinha Tilly tivesse dito aquelas 3 palavrinhas (EU TE AMO) para ele, e sim como a fofoca em uma pequena cidade, no caso de nossos personagens, é capaz de influenciar a vida das pessoas. 

Como já disse antes: o livro é uma leitura leve e é super indicada para quem esta precisando relaxar.



A Autora



Jill Mansell já vendeu mais de cinco milhões de livros ao redor do mundo. A autora Best-seller cresceu em Cotswolds e estudou na Escola William Romney em Tetbury. Depois de trabalhar na Burden Neurological Hospital em Bristol por muitos anos, em 1992, ela torna-se uma escritora em tempo integral. Na verdade, não é bem assim; ela assiste televisão, como balas de frutas, admira os jogadores de rúgbi que treinam no gramado esportivo atrás da casa dela e passa horas na Internet maravilhada com o fato de tantos escritores terem blogs. Apenas quando ela não tem mais nada para fazer é que ela escreve. Ela mora com seu companheiro e seus filhos em Bristol. [SKOOB]


Beijos,
Tamires

Layout exclusivo do blog - Noites Malditas | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©