sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Estréia: O que esperar quando você está esperando




Sinopse:
Inspirado pelo eterno best-seller do New York Times com o mesmo nome, O QUE ESPERAR QUANDO VOCÊ ESTÁ ESPERANDO é uma comédia divertidíssima e sincera sobre cinco casais cujas vidas interligadas pelos desafios da iminente paternidade. (...) [Paramount Pictures Brasil]

Tivemos a oportunidade de conferir a pré-estréia de “O que esperar quando você está esperando”, que estréia hoje. É uma ótima comédia romântica tanto para casais novos como para aqueles que já passaram pela primeira gestação. Assim como muitos filmes do gênero, este é formado por várias estórias entrecruzadas.

O filme começa com Jules (Cameron Diaz, de “Professora Sem Classe” e “O Besouro Verde”) e Evan (Matthew Morrison, o Will Schuester da série “Glee”) se apresentando na final de um concurso de dança na TV, assistido pelos demais personagens do filme. Ela, na apresentação final, sente-se enjoada, o que serve de sinal do que virá pela frente.

Jules e Evan procuram lidar com esta situação imprevista enquanto continuam com seus afazeres: Ela coordenando seu “Reality-show” de emagrecimento enquanto ele lida com uma nova parceira para a competição de dança. Por melhor dispostos que estejam em adaptar suas vidas à gravidez, eles passam a ter problemas com relação a o que cada um acredita ser o melhor para o futuro rebento.

Um dos antigos participantes do programa de Jules é Gary Cooper (Ben Falcone, de “Missão Madrinha de Casamento” e “Menores Desacompanhados”), que a anos se esforça com sua esposa  Wendy (Elizabeth Banks, de “Jogos Vorazes” e “À Beira do Abismo”) para terem um filho. Confirmada a gravidez, Gary decide compartilhar a noticia com seu pai, o veterano de automobilismo Ramsey Cooper (Dennis Quaid, de “Footloose-2011” e “G.I. Joe”). Para sua surpresa, descobrem que a madrasta de Gary, Skyler (Brooklyn Decker, de “Battleship” e “Esposa de Mentirinha”), também está “esperando”, o que soma um novo capítulo a extensa história de competitividade entre pai e filho. Como se não basta-se a competitividade entre os Cooper, Wendy, autora de um livro infantil sobre amamentação, sente todos os problemas possíveis relacionados à gestação, enquanto sua sogra se mostra a absoluta antítese.

Gary não havia participado do programa de Julies para obesos de graça, mas por comer demais, principalmente sanduíches altamente calóricos, como os feitos em um trailer por Marco (Chace Crawford, o Nate Archibald da série “Gossip Girl”), que em uma noite competitiva com trailers concorrentes em um parque, revê Rosie (Anna Kendrick, de “Crepúsculo” e “Scott Pilgrim Contra o Mundo”), com quem quase foi ao baile de formatura anos antes. Após algumas cervejas e se afeiçoarem, como gostariam de ter feito anos antes, ela também acaba esperando. Marco, sentindo-se responsável, decide assumir seu papel como companheiro de Rosie e futuro pai. Passam, então, a perceber os problemas da inexperiência, imaturidade e da sensação de que se uniram sem o sentimento, mas por pura obrigação.

Em outra estória do filme (cuja ligação às demais não pode ser citada sem Spoilers), Holly (Jennifer Lopez, de “Plano B” e “A Sogra”) trabalha como fotógrafa em um aquário e em casa, com bebês. Apesar de sua vontade, não pode engravidar. Sendo assim, ela e seu marido, Alex (Rodrigo Santoro, de “Heleno” e “Recém-Formada”), decidem se candidatar para adoção de uma criança etíope. Percebendo a insegurança do marido, ela incentiva Alex a passar algum tempo com um certo grupo de amigos casados. Trata-se de pais, liderado pelo “experiente” Vic (Chris Rock, de “Gente Grande” e “Morte no Funeral”), que se encontram no parque enquanto levam seus filhos para passear. Em seus encontros, trocam experiências, reclamações e frustrações em seus papeis de pais, além de invejarem a vida “sem amarras” de Davis (Joe Manganiello, o Alcide Herveaux da série “True Blood”), o único que sequer tem expectativas de se tornar pai.

Diversos problemas são postos a frente dos personagens, que vão resolvendo na medida em que assumem novo nível de maturidade e responsabilidade, enquanto os espectadores se divertem. Ao fim, as gestações e, no caso de Holly, a espera pela adoção chegam ao fim, conduzindo os protagonistas a um novo capítulo de suas vidas. Sem dúvida, uma ótima opção para o fim de semana.


P. M. Zancan


Layout exclusivo do blog - Noites Malditas | Feito por: Alice Grunewald | Tecnologia do Blogger | Cópia total ou parcial é proíbida ©